CURIOSIDADES

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

CURIOSIDADES

Mensagem por Sidney nazar (Admin) em Seg Out 07, 2013 4:31 pm

Macho e Fêmea




Última edição por Admin em Sab Out 12, 2013 11:28 am, editado 2 vez(es)
avatar
Sidney nazar (Admin)
Admin

Mensagens : 148
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 33
Localização : Belo Horizonte -MG- Brasil

Ver perfil do usuário http://columbofiliaforever.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Como os pombos se orientam

Mensagem por Sidney nazar (Admin) em Sab Out 12, 2013 11:09 am

O GPS dos pombos
Aves são capazes de decodificar informações sobre as linhas do campo magnético terrestre e usam esses dados para orientar e direcionar seus voos
Juliana Tiraboschi

Os humanos que não foram agraciados pela natureza com um bom-senso de direção agora têm motivos de sobra para sentir inveja dos pombos. Um estudo da Faculdade de Medicina Baylor, em Houston (EUA), publicado na prestigiada revista “Science”, identificou neurônios nos cérebros dessas aves, que são capazes de decodificar a direção e a intensidade do campo magnético da Terra. Essa habilidade faz com que esses animais desenvolvam uma espécie de GPS natural dentro de suas cabeças, capaz de apontar as direções norte e sul e de identificar as longitudes geográficas. Algumas pesquisas já sugeriam que as aves são dotadas de receptores de ondas magnéticas nos olhos, ouvidos e bicos. Outros estudos também já haviam localizado as regiões do cérebro envolvidas na tradução desses sinais para orientações espaciais concretas. Mas até agora os cientistas ainda não haviam identificado as células cerebrais exatas que decodificam essas informações.

Para desvendar o mistério, os pesquisadores usaram um aparelho para anular o campo magnético natural da Terra e criaram um campo artificial dentro de um cômodo. Depois, colocaram sete pombos dentro desse quarto. Conforme manipulavam os ângulos e a magnitude desse campo, os pesquisadores observaram respostas em 53 células cerebrais das aves. Essas respostas neuronais determinam a posição e a direção de voo dos animais, como se formassem um mapa mental. Não é de se estranhar que os pombos tenham sido usados como mensageiros na antiguidade e até durante a Segunda Guerra Mundial. Eles eram deslocados até um determinado local ­­­e depois usados para transportar cartas ao seu local de nascimento, já que eles possuem a habilidade de encontrar o caminho de casa.

David Dickman, autor da pesquisa, acredita que nós, humanos, podemos nos beneficiar do seu trabalho com as aves. Ele já está desenvolvendo – em parceria com a Universidade Rice, também em Houston – um novo tipo de sistema de posicionamento e localização, baseado no conhecimento gerado por esse tipo de pesquisa. “Esperamos conseguir criar um protótipo em breve”, disse o pesquisador em entrevista à ISTOÉ. Segundo Dickman, ainda há algumas dificuldades a serem superadas, como mascarar os ruídos de outras fontes de energia, que podem perturbar o campo magnético terrestre. Também é necessário aumentar a sensibilidade do sistema para que pequenas distâncias possam ser cobertas. “Mas temos esperanças de que funcione”, conclui.
avatar
Sidney nazar (Admin)
Admin

Mensagens : 148
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 33
Localização : Belo Horizonte -MG- Brasil

Ver perfil do usuário http://columbofiliaforever.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

GPS na cabeça dos pombos

Mensagem por Sidney nazar (Admin) em Sab Out 12, 2013 12:51 pm

Aves captam o campo magnético da Terra para orientação e navegação.
Descoberta sugere existência de um 'sentido magnético' nos animais.
Os pombos têm neurônios capazes de ler o campo magnético da Terra e traduzir estas informações para identificar a posição que eles ocupam no planeta e em que direção estão indo. Em outras palavras, estas aves são equipadas com um GPS natural.
A existência de sensores capazes de perceber o campo magnético da Terra no bico, nos olhos e nos ouvidos dos pombos já era conhecida. A novidade apresentada pela pesquisa publicada na edição desta sexta-feira (27) da revista “Science” é a resposta de neurônios posicionados no tronco do encéfalo.



A descoberta feita com pombos também pode valer para outras aves, já que, segundo os autores, “muitos animais confiam no campo magnético da Terra para a orientação espacial e a navegação”. O artigo é assinado por Le-Qing Wu e David Dickman, neurocientistas da Faculdade de Medicina Baylor, de Houston, nos Estados Unidos.
Os cientistas colocaram sete pombos em uma área sem luz e capaz de produzir um campo magnético artificial. Eles então ajustaram este campo magnético em diferentes ângulos e intensidades e, ao mesmo tempo, mapearam a atividade neural dos animais.
Foram identificados 53 neurônios, localizados no tronco do encéfalo, com uma resposta significativa às mudanças do campo magnético artificial. Estas células foram especialmente sensíveis à intensidade mais parecida com a do campo magnético natural da Terra.
“Como a informação das células é usada para orientação e navegação ainda falta ser descoberto, mas nosso achado demonstra uma evidência neural direta da existência de um sentido magnético no cérebro das aves”, conclui o estudo.
avatar
Sidney nazar (Admin)
Admin

Mensagens : 148
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 33
Localização : Belo Horizonte -MG- Brasil

Ver perfil do usuário http://columbofiliaforever.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CURIOSIDADES

Mensagem por Sidney nazar (Admin) em Seg Out 14, 2013 8:52 am

Pombos sabem contar e até entender conceitos matemáticos, diz pesquisa
Os pássaros conseguiram entender conceitos abstratos, como identificar a ordem crescente dos números ordinais. Até então, para a ciência, apenas primatas tinham demonstrado ter essa habilidade



Pombos são capazes de entender regras numéricas abstratas, habilidade que havia sido verificada apenas em primatas, garante uma pesquisa neozelandesa. Os resultados do estudo, publicado na última edição da revista Science, sugerem que outras espécies animais podem usar um mesmo mecanismo neural para realizar esse tipo de tarefa.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Pigeons on Par with Primates in Numerical Competence

Onde foi divulgada: revista Science

Quem fez: Damian Scarf, Harlene Hayne e Michael Colombo

Instituição: Universidade de Otago, Nova Zelândia

Resultado: Pombos conseguem raciocinar numericamente e organizar objetos em uma ordem crescente. Treinados para contar até três, os animais conseguem continuar contando em troca de recompensas. A habilidade de abstração numérica era considerada privilégio dos primatas.

Os pássaros matemáticos foram treinados por Damian Scarf, psicólogo da Universidade de Otago, na Nova Zelândia. Durante um ano, ele trabalhou com os animais fazendo com que eles organizassem conjuntos com quantidades de um a três objetos cada.

Os testes eram feitos em uma tela sensível ao toque dos bicos e usavam objetos de diferentes cores e formas. "Eles tiveram de aprender que era o número de objetos que importava", explica o cientista. Como é comum nesse tipo de pesquisa, os pombos que acertavam os testes ganhavam comida como recompensa. Após serem ensinadas a contar até três, as cobaias foram expostas a conjuntos com até nove itens e conseguiram organizá-los de maneira crescente sem a ajuda dos cientistas. "Eu achei incrível que macacos pudessem fazer isso, então devemos ficar mais impressionados por pombos conseguirem", afirma a neurocientista cognitiva Elizabeth Brannon, da Universidade de Duke, nos EUA, que mostrou que os primatas conseguiam raciocinar numericamente em um importante estudo de 1998.

"Esses novos resultados mostram que, apesar de uma organização cerebral completamente diferente e de milhões de anos de divergência evolucionária, pombos e símios resolvem esse problema de maneira similar", completou ela.

É sabido que muitas espécies, como abelhas, formigas e elefantes, podem perceber diferenças numéricas e representá-las mentalmente. A capacidade de raciocinar e aprender o conceito de números ordinais, porém, era conhecida apenas nos primatas — e em todos eles, de lêmures a chimpanzés. Para a equipe de Scarf, porém, o estudo mostra que mais espécies podem demonstrar essa capacidade, possuindo "mecanismos fundamentais" que possibilitam o raciocínio numérico. "A capacidade de representar e usar números provavelmente é generalizada entre muitas espécies animais. Talvez habilidades mais avançadas possam ser encontradas em outras espécies", afirma Michael Beran, psicólogo comparativo na Universidade do Estado da Georgia, nos EUA.
avatar
Sidney nazar (Admin)
Admin

Mensagens : 148
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 33
Localização : Belo Horizonte -MG- Brasil

Ver perfil do usuário http://columbofiliaforever.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

POMPO MAIS CARO DA HISTÓRIA

Mensagem por Sidney nazar (Admin) em Sex Dez 13, 2013 7:11 am

avatar
Sidney nazar (Admin)
Admin

Mensagens : 148
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 33
Localização : Belo Horizonte -MG- Brasil

Ver perfil do usuário http://columbofiliaforever.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CURIOSIDADES

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum