Durante a muda

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Durante a muda

Mensagem por Sidney nazar (Admin) em Seg Fev 03, 2014 11:59 am

Regra Geral
Pessoalmente não tenho muito interesse em saber quantas sementes possui um lote de alimentação ou a sua diversidade, embora seja também importante o balanço e o equilíbrio da ração, o factor em que devemos ter especial cuidado é no seu teor de Prótidos ou seja teor em Proteínas. Este valor deve estar compreendido entre 15 e 18%.
E isto porque?

Como nós sabemos as proteínas são constituídas por aminoácidos, aminoácidos esses que são constituídos por quatro elementos essenciais tais como o Azoto, o Hidrogénio, o Enxofre e o meu preferido, o Carbono.
Algo que não sabemos, ou pelo menos a maior parte dos Senhores Columbófilos é o que elas fazem tanto nos animais, como nas pessoas e até nos vegetais, as proteínas são as responsáveis pelo transporte celular dos ácidos gordos, do oxigénio (é uma proteína de estrutura quaternária presente nos glóbulos vermelhos que “agarra” o oxigénio e o conduz), sais minerais como o Fósforo, Cálcio, Ferro (por osmose).

Osmose é um processo físico-químico relativo ao movimento de água entre meios com diferentes concentrações de solutos como a Glicose, Sódio, Cálcio, Ferro, Fósforo, etc.
A base da elaboração da matéria viva é sem dúvida a Proteína.
Esta reside nos nossos músculos em 25% sendo praticamente o restante H2O ou seja, água.

As penas são constituídas por Queratina.
Esta Proteína secundaria de forma tridimensional é constituída por somente 19 aminoácidos, ou seja, falando por muito alto, com 19 aminoácidos uma pena ganha a sua forma e cor.
Analna; Valina; Isoleucina; Serina; Treonina; Leucina; Finilanina; Tirosina; Triptofano; Prolina; Ácido Aspártico; Ácido Glutamico; Glicina; Lisina; Argina; Metionina; Cistina; Histidina.

Todos estes, à excepção de um ou outro, estão presentes numa simples Levedura de Cerveja.
A conhecida “caspa” dos pombos presente no externo deve-se muitas vezes ao excesso de Proteína ou pombos mal asseados, assim como pode ser indicador de problemas parasitários.

Em todos os ser vivos a ingestão excessiva de Proteínas, Hidratos de Carbono ou Lipidos pode ser e é em mais parte dos casos muito prejudicial.O tão falado excesso de peso é devido a uma alimentação desregulada ultrapassando assim as necessidades do ser vivo e armazenando todos os excessos, daí eu ter referido anteriormente que numa ração com os valores correctos de Prótidos as 30 gr diárias são mais do que necessárias.
Recomendo também, uma vez na semana somente, uma dia de ração de Dieta aos pombos, a fim de os depurar.

Existem centenas de métodos para realizar uma boa muda, não digo óptima, pois no meu entender, os suplementos incidem só em 20% da realização da boa muda, nos restantes 80% enquadram-se a Saúde, a Higiene, a correcta alimentação e a boa educação de Pombos Adultos e Borrachos do Ano.

As penas, com o tempo, começam a perder o brilho e a sua resistência devido ao esforço e às diversas oscilações climatéricas, necessitando assim de serrem mudadas.

É um processo normal biológico da vida do Pombo, inteiramente relacionado com hormonas produzidas pelo mesmo.
A Grande Muda ocorre todos os anos, se o clima for quente esta ocorre mais rapidamente, ou seja, acabará também mais rápido.

Uma alimentação equilibrada, rica em cálcio e ferro, e um complexo vitamínico rico em aminoácidos é recomendado para ultrapassar esta fase com sucesso, não podendo faltar também o Fósforo Orgânico para contrabalançar os níveis de cálcio, o Fósforo Orgânico é obtido sobre a forma de Glicerofosfato de Sódio encontrado em diversos produtos para Pombos.

Para iniciar o tratamento para a Muda em primeiro lugar recomendo ao Senhor Columbófilo a fazer um check-up geral à sua colónia, ou seja, à saúde dos seus pombos, a fim de verificar se existe algum problema patogénico com os mesmos.

A Campanha começa agora…
Para monitorizar as infecções basta contactar um especialista que colhendo um pouco de muco do papo, narinas e fezes faz perfeitamente o despiste visualizando microscopicamente.

Em outros casos por meio de cultura agar ou PCR.
O rastreio deve ser feito todas as 3 semanas.
Havendo algum problema primeiro tentamos resolver com alternativas químico / naturais e em casos extremos e de difícil resolução administramos outros produtos à base de antibióticos ou anti-parasitários.

tudo mesmo os produtos naturais não devemos exceder as doses nem abusar deles, visto que em doses elevadas podem ser altamente tóxicos e levar á interrupção da Muda aparecendo assim penas marcadas ou de sangue que 95% das vezes nada tem a ver com a utilização de antibióticos / anti-parasitários ou voo excessivo nesta altura do ano.
Fernando Santos
avatar
Sidney nazar (Admin)
Admin

Mensagens : 148
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 33
Localização : Belo Horizonte -MG- Brasil

Ver perfil do usuário http://columbofiliaforever.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum